Adotar jogos como hábito faz bem para memória e raciocínio

Para manter o cérebro afiado e preservar funções cognitivas depois dos 70 anos, mantenha ou inicie partidas de xadrez, damas, baralho e outros jogos de tabuleiro. Ainda melhor se praticar atividades físicas e não fumar

0
326
Adotar jogos faz bem

A fórmula para envelhecer tem evoluído com as novas tecnologias, porém, sentar-se numa mesa e jogar com amigos e família é um hábito que não deve sair de moda. É o que indica um estudo do departamento de Psicologia da Universidade de Edimburgo, Escócia, publicado na revista científica The Journals of Gerontology Series B: Psychological Sciences.

Por meio de testes aplicados aos 70, 73, 76 e 79 anos de idade, foi avaliado o desempenho cognitivo de 1.091 pessoas nascidas em 1939. O objetivo era identificar se os praticantes de jogos como cartas, xadrez, damas ou bingos tinham a memória melhor e o raciocínio mais rápido do que os que não jogavam.

O resultado?

As funções cognitivas dos que jogam são mantidas melhores. Outro fato destacado é que os jogos não digitais também estimulam a interação social, ótima prescrição para o ano novo.

Para quem já passou dos 70 e nunca se dedicou a essa atividade, não é tarde não. Os que aumentaram a frequência com os jogos após os 70 anos também registraram probabilidade de manter em boa forma certas habilidades cognitivas.

Bora jogar?!

Deixe nos comentários os melhores jogos para quem quer começar!