Cientistas descobrem gene da longevidade de plantas

0
133
gene AHL15

Cientistas da Universidade de Leiden, nos Países Baixos, descobriram o gene AHL15 de plantas, que permite que cresçam anualmente depois de florirem, ou seja, mantenham-se longevas. A informação é do site do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon com base no estudo divulgado pela universidade.

Em sua pesquisa de doutorado, Omid Karami demonstrou o funcionamento do gene AHL15 com a espécie Arabidopsis. Ao tornar o gene mais ativo, as plantas mantiveram o crescimento depois da floração, que se repetiu várias vezes.

Já ao interromper o AHL15, chamado pelo pesquisador de “rejuvenator”, o resultado foi uma vida útil mais breve para as plantas. 

A beleza da longevidade em várias dimensões!