Estatuto do Idoso tem 17 anos e ainda é um ilustre desconhecido

0
555
ilustre desconhecido
Foto: Secom (Prefeitura de São Paulo)

Parte significativa da sociedade e do poder público ainda compartilha de uma ideia pré-concebida da pessoa idosa, baseada em estigmas ligados a perdas e fragilidade. Fato que se evidenciou neste período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), quando em um primeiro momento constatou-se que pessoas com mais de 60 anos eram o principal grupo de risco.

Os números de mortos e contaminados vêm mostrando o contrário. Pessoas mais jovens de diferentes faixas etárias e com boas condições de saúde têm sofrido tanto ou mais com o Covid-19. Mesmo assim o preconceito persiste e revela outro problema: o Estatuto do Idoso, marco legal a favor das pessoas idosas, é um ilustre desconhecido.

Em síntese, pessoas comuns e até mesmo governantes, mesmo que sejam eles mesmos idosos, ignoram a legislação aprovada em 2003 ou, simplesmente, a desconhecem. O ponto de partida aparentemente é o desafio em se reconhecer como idoso. Segundo o Estatuto, são idosos todos os brasileiros com idade igual ou superior a 60 anos. Mas quando se fala, o idoso é sempre o outro.

Toda vida merece respeito. Pense nas etapas da vida de uma pessoa e vai perceber que o envelhecer pode ser o período mais longo. Afinal, somos crianças, adolescentes, jovens, adultos e velhos. Com pessoas vivendo até cem anos ou indo além, podem ser 40 anos ou mais depois dos 60. A opção a isso é a morte.

Um grande período de tempo para reinventar a vida, realizar sonhos, ser mais participativo e integrado à sociedade, mas para isso é preciso o suporte de políticas públicas eficazes que garantam direitos:

  • Direito à liberdade
  • respeito
  • dignidade
  • saúde
  • educação
  • cultura
  • esporte e lazer
  • profissionalização e trabalho
  • habitação
  • assistência social
  • transporte

Em suma, só para citar alguns capítulos do ilustre desconhecido Estatuto do Idoso.

Para quem ainda não conhece a fundo, fica o convite para acessar o texto completo do Estatuto do Idoso e compartilhar para chegar a quem precisa saber dos direitos que lhe são garantidos, assim como para quem deveria garanti-los.