Gerações se unem para combater a solidão durante a pandemia

A interação entre gerações faz toda a diferença, principalmente diante do isolamento social, medida fundamental para o combate ao coronavírus (Covid-19)

0
267
Gerações se unem no combate a solidão

O contato entre jovens e velhos cria amigos improváveis como ocorreu em Wolverhampton, no Reino Unido, história retratada pela reportagem do The Guardian.

O contato, em tempos de isolamento, pode ser feito por meio de uma carta com um desenho. Foi o que fez uma menina de cinco anos, Kiran, que escreveu para um vizinho idoso, de 93 anos, para saber como ele estava e lembrá-lo que não está sozinho mesmo com o isolamento.

A carta de Kiran ganhou as redes sociais graças à neta de Ron, Louisa Smith, 23, que postou no Twitter e disse que o avô que mora sozinho, estava bem e isolado. Segundo ela, a atitude da menina surpreendeu Ron pelo gesto e pela juventude da menina.

 

Conectando com pessoas queridas

Foto: West Farm Care House Care Centre in Newcastle (Craig Healthcare)
Foto: West Farm Care House Care Centre in Newcastle (Craig Healthcare)

A reportagem também destaca o esforço de funcionários de uma casa de repouso em Newcastle, também no Reino Unido, para animar os moradores durante o isolamento. Os idosos foram incentivados a se conectarem com pessoas queridas, não apenas familiares como também membros da comunidade por meio de cartas e chamadas em vídeo. A West Farm Care House Centre ainda criou uma própria van de sorvete.

Há ainda as conexões criadas também com pacientes idosos que deixam o hospital após derrotar o coronavírus e ganham aplausos da equipe médica. Casos que têm se multiplicado em diversos países do mundo. Um dos pacientes que viralizou nas redes sociais foi Solomon McFarlane, de 84 anos, e sua saída da enfermaria real de Manchester. São mais de três milhões de visualizações:

 

Inspirações que renovam a esperança em tempos difíceis.

#50+nocombate