Itaú Cultural traz filmes brasileiros na mostra Poética da Velhice

0
175
A volta para casa
Divulgação: A volta para casa

O Itaú Cultural apresenta em seu site, até o dia 17 de agosto, uma programação cinematográfica que retrata os desafios da velhice na vida das pessoas. A mostra Poética da Velhice exibe cinco filmes, entre curtas-metragens e longas-metragens.  As produções A Volta para casa, Acúmulo, Submarino, Pela Janela e Girimunho estão disponíveis desde o dia 3 de agosto no site www.itaucultural.org.br.

A Volta para casa 

Dirigido por Diego Freitas, A Volta para casa (2019) tem Lima Duarte como Plínio, um marceneiro aposentado que está na expectativa de receber a visita de sua família, mas ninguém aparece para buscá-lo na casa de repouso. O jardineiro Anselmo se oferece para levá-lo até a antiga moradia. Durante o trajeto, cresce a cumplicidade entre os dois e Plínio revisita as memórias da vida no bairro onde nasceu e cresceu. Uma surpresa na chegada colocará em xeque as suas lembranças.

Trailer:

Acúmulo 

Outra grande artista que está presente nesta mostra é Léa Garcia. Em Acúmulo (2018), dirigido por Gilson Junior, ela é Lete, uma senhora que passa os dias recolhendo nas ruas tudo o que seu marido carpinteiro poderia consertar. Quem conhece a sua história, sabe que ela usa as pedras do caminho para edificar uma realidade repleta de sentido e de Poética da Velhice.

Trailer:

 

Submarino 

Pela direção de Submarino, o cineasta Rafael Aidar ganhou o prêmio de melhor direção pelo 8º festival de curta-metragem ENTRETODOS de 2015. Nessa produção, com o ator Fernando Aidar e atriz Maristela Chelala, ele mostra a história de Olavo, um homem de 85 anos que vive isolado após a morte de seu companheiro. Na solidão do luto, ele se aventura pelo mundo virtual.

Trailer:

Pela Janela

Rodado pela diretora Caroline Leone, o longa-metragem Pela Janela (2017) tem no elenco a atriz Magali Biff e o ator Cacá Amaral. Magali vive Rosália, uma operária de 65 anos que dedicou a vida ao trabalho em um fábrica da periferia de São Paulo. Ao ser demitida, ela fica deprimida e é consolada pelo irmão José, que resolve levá-la em uma viagem de carro até Buenos Aires. No país vizinho, Rosália começa uma jornada de transformação.

Trailer:

 

Girimunho 

Os diretores Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina levam os espectadores em Girimunho (2011) a uma viagem para o sertão mineiro. Bastú acaba de perder o marido Feliciano e, na liberdade dos sonhos e nas novidades trazidas pelos netos que faz sua própria transformação. Enquanto isso, Maria carrega em seu tambor a Poética da Velhice, a alegria e a força de seu povo. O batuque ecoa os sons de outros lugares e marca a presença daquilo que não pode morrer.

Trailer:

Divirta-se!