Manter o cérebro ativo é ainda mais importante na pandemia

Exercitar a mente nunca foi tão importante como neste período de distanciamento social em razão da pandemia de Covid-19, principalmente para as pessoas idosas

0
370
Léa e Nivalda (002)
Foto: Arquivo Pessoal

Além de contribuir para uma vida saudável e longeva, as atividades para manter o cérebro ativo podem ser feitas com amigos e familiares, fortalecendo os vínculos afetivos.

O destaque é do Diário de Pernambuco, que entrevistou Nivalda, de 86 anos, e sua filha Léa Rodrigues, 57.

Alunas do Método Supera de Olinda, elas fazem os exercícios em dupla, melhorando não só a memória e atenção, mas combatendo também a solidão e o estresse.

Mais uma inspiração. Mais uma dica!